viernes, 17 de enero de 2014

EL PROBLEMA CON LA MÚSICA MODERNA – DR. DAVID ALLEN WHITE





A música como tóxico - O Problema da Música Moderna

Este artigo é sobre vício, um vício que se apoderou da maioria das pessoas hoje. Para dar uma ideia de quão penetrante esse vício é, simplesmente considere o fervor místico com o qual a maioria dos jovens espera o lançamento de um novo álbum de sua "banda" favorita.  A música moderna, para muitos de nossos jovens, é o centro do seu ser. Ela define quem elas são e dá-lhes um núcleo de crença, significando que eles não gostam muito da fé e da Igreja, são simplesmente indiferentes em relação a estas. Eles são apáticos em relação aos aspectos mais importantes da vida, não são, no entanto, apáticos à música moderna.

Como professor, eu me lembro que as duas únicas coisas sobre as quais eu não poderia brincar com meus alunos era seus carros e "sua música". Namoradas, família, aparência, qualquer coisa - sem problema. Mas falar dos carros e de "sua música" era ultrapassar totalmente os limites. Eles se levantavam em fúria, prontos para defender estes elementos de sua existência. Para isso eles lutavam. Sua "música" tem-nos em suas garras.

É importante compreender que esse controle não vem das letras. A maioria dos ataques ou críticas de música rock concentra-se no fato de que as letras são muitas vezes abomináveis. E isso eu não nego. Mas nós já sabemos que as letras costumam ser ruins. O que me preocupa é a música em si. Não é a letra que pega os jovens tão fortemente hoje. As letras não criam tanta paixão, devoção e dependência. É a música em si.